26.5.09

engarrafamento

um engarrafamento é um amontoado de automóveis parados pois querem todos se movimentar de casa para o trabalho do trabalho para casa. problema de relógio.

um engarrafamento também é o cortejo fúnebre do expediente: o fim do ficar em casa ou do trabalhar. a tarde sempre morre através dos escapamentos. a noite nada é além da união das partículas poluentes expelidas dos autos que às vezes cobrem tudo... às vezes sobram estrelas, outras lua - ou parte dela. a lua quando sobra pouco é mais uma unha cortada do que lua, propriamente lua. o dia demora exatamente uma noite para limpar do céu o negrume. o véu noturno na verdade é parte de um ciclo maior, que começa com 1.o acúmulo de restos orgânicos em fundos de lagos que 2. com o tempo se transmudam em óleo de pedra e então 3. é removido por brocas longas para 4. servir de isqueiros, gasolina, computadores, canetas, casas, foguetes, bonecas etc 5. então volta para o chão ou para o céu.

um engarrafamento não tem relação alguma com garrafas. às vezes elas podem causar grandes engarrafamentos, que chamamos engavetamentos - que não tem relação alguma com guardar coisas, meias, cartas, facas, segredos etc

um engarrafamento é um carro outro outro outro outro outro outro outro outro sinal outro outro
as motocicletas são fluidas mas não engarrafáveis, paradoxo do tráfego.

Um comentário:

ariel luis lazzarin disse...

uma coisa é uma coisa. mas pende para a direita.

Seguidores